Saiba como tensionar correia transportadora

TENSIONAR CORREIA TRANSPORTADORA

Tensionar correia transportadora é algo essencial para o funcionamento correto e seguro de sua produção. Para que isso ocorra, a manutenção das correias precisa estar em dia e executada de maneira assertiva para que nenhum prejuízo aconteça em sua cadeia de produção. Contudo, um dos principais pontos que precisa ser levado em consideração é o tensionamento correto de suas correias transportadoras.

Quer saber como evitar uma parada técnica não programada por alguma falha no tensionamento de suas correias transportadoras? Continue lendo este artigo e descubra a importância e como executar corretamente esta tarefa.

Qual importância de tensionar de maneira correta a correia transportadora?

Antes de tudo, precisamos entender o que pode acontecer se durante algum momento houver um supertensionamento da correia transportadora ou, ao contrário, a correia transportadora ficar frouxa na linha de produção.

Portanto, é importante saber que, uma parada técnica não programada pode acarretar prejuízos financeiro, e também o desgaste com o cliente que está a espera do produto.

Primeiramente, um supertensionamento pode causar rupturas ou até mesmo ter os eixos e rolamentos comprometidos. Neste cenário, o déficit na produção e o prejuízo na manutenção não programada das máquinas poderão ser maiores que o previsto no seu orçamento. Para isso, é fundamental seguir as orientações do manual do fabricante da correia transportadora utilizada na sua indústria.

Contudo, caso aconteça o contrário, a correia estará frouxa, prejudicando assim o desenvolvimento pleno do trabalho da sua indústria. Esse afrouxamento poderá ter ônus em sua produção e causar algum tipo de acidente de trabalho, pois a correia pode soltar e ocasionar danos aos trabalhadores e a sua fábrica.

Por isso, tensionar sua correia transportadora de maneira correta, seguindo as orientações do fabricante, faz com que o seu trabalho seja feito da melhor forma possível, com entregas satisfatórias e sem acarretar maiores problemas na sua linha de produção.

Saiba como manter limpa e segura a sua correia transportadora.

Como fazer o tensionamento correto das correias transportadoras?

O tensionamento correto deve ser feito seguindo as orientações do manual do fabricante da sua correia transportadora. Por isso, anote alguns pontos desse artigo e também leia o manual para que nada possa atrapalhar o trabalho da sua empresa.

Uma vez que a correia foi colocada no sistema transportador, ela deve ser tensionada antes da emenda. Isso deve acontecer para facilitar o posicionamento do contrapeso e eliminar o sag.

Por falar em emenda, não deixe de ler esse nosso conteúdo sobre causas prováveis para falhas nas emendas de correia transportadora e os locais prováveis que eles ocorrem.

Importante: a operação de tensionamento deverá ser feita na região onde a última emenda será executada.

Logo após ter feito o tensionamento final, grampos deverão ser inseridos em cada extremidade da correia. Estes grampos são feitos em aço e possuem uma superfície de travamento.

tensionar correia transportadora
Figura 1 Grampos de Emenda – Fonte: Manual de Instalação do Fabricante ConVeyBelts

Para que a tensão aconteça de forma assertiva, é necessário um equipamento de força para aplicar uma pré-tensão antes da emenda final da correia. Após feito o tensionamento, é importante medir a força aplicada no contrapeso.

Um outro conteúdo que poderá lhe ajudar é esse aqui,
Como Escolher a Correia Transportadora Ideal para sua Empresa.

Verificando a medição aplicada no contrapeso

Em primeiro lugar, precisamos entender qual o papel da medição aplicada no contrapeso. Ela é a garantia de sucesso no tensionamento da sua correia, evitando falhas na sua unidade de produção.

Para fazer de forma correta a medição, são utilizadas células de cargas apropriadas para o tipo de verificação. Durante a medição, a correia é puxada até que as células de carga registrem uma tensão igual ou ligeiramente maior do que a força de acionamento recomendada.

Um aviso importante, considere uma sobra de correia para que o contrapeso seja posicionado corretamente.

Outras recomendações sobre tensionamento de correia transportadora

Por fim, vamos deixar algumas recomendações importantes e procedimentos básicos para que você execute antes de tensionar a sua correia:

  • Para as que operam em apenas uma direção, exigem uma maior tensão de emenda do que as correias que operam em ambas as direções.
  • Já às correias que operam de maneira inclinadas emendadas no topo da inclinação, necessitam de maior tensão do que as que são emendadas na parte inferior.
  • No entanto, para as correias inclinadas com dispositivo anti-reversão, que não possam ser liberados, devem ser tensionadas puxando apenas na direção de trabalho da correia.
  • É importante que você verifique constantemente a correia transportadora durante o tensionamento para garantir que ela esteja livre e que não fique presa em algum ponto.
  • Certifique-se durante o tensionamento final, de que as extremidades da correia transportadora estejam alinhadas corretamente.

Dessa forma, seguindo essas orientações e as que estão presentes no manual do fabricante da sua correia transportadora, você terá sucesso em sua linha de produção. Você já conhecia todos esses pontos? Ficou com alguma dúvida em relação ao tensionamento das correias transportadoras de sua indústria? Entre em contato agora conosco.

E para finalizar recomendamos uma leitura essencial,
Como armazenar correia transportadora!

Até breve!

Fale conosco no Whatsapp