fbpx

As Maiores Mineradoras do Mundo em 2021

Com pouco mais de US $ 1,3 trilhão, As Maiores Mineradoras do Mundo perderam US $ 158,5 bilhões em capitalização de mercado. Nos três meses até o final de setembro, a queda do minério de ferro e do cobre liquida os maiores nomes do setor.

Confira a lista das Maiores Mineradoras do Mundo em 2021:

NOME DA EMPRESAPOSIÇÃO NO RANKINGPAÍS DA EMPRESAVALOR DE MERCADO EM DOLARCRESCIMENTO
BHP GROUP1AUSTRÁLIA137,7 B-16,9%
RIO TINTO2AUSTRÁLIA117,4 B-17,5%
VALE3BRASIL70,6 B-18,3%
GLENCORE4SUIÇA63,4 B49,2%
ANGLO AMERICAN5REINO UNIDO48,3 B6,9%
FREEPORT-MCMORAN6EUA47,8 B26,3%
NORILSK NICKEL7RUSSIA47,5 B-6,4%
SOUTHERN COPPER8EUA43,4 B-13,8%
NEWMONT GOLDCORP9EUA43,4 B-9,9%
ZIJIN MINING10CHINA41,2 B13,0%
NUTRIEN11CANADÁ36,8 B34,1%
FORTESCUE METALS12AUSTRÁLIA33,3 B-40,2%
BARRICK GOLD13CANADÁ32,0 B-21,2%
MA’ADEN14ARÁBIA SAUDITA25,7 B105,4%
ALBEMARLE15EUA25,6 B48,7%
CHINA NORTHERN RARE EARTH16CHINA24,9 B239,1%
FRANCO-NEVADA17CANADÁ24,7 B3,1%
ANGLO AMERICAN PLATINUM18ÁFRICA DO SUL23,3 B-9,9%
TIANQI LITHIUM19CHINA23,3 B163,4%
POLYUS20RUSSIA22,4 B-22,9%
SHAANXI COAL21CHINA22,3 B61,0%
YANZHOU COAL22CHINA21,9 B189,5%
ANTOFAGASTA23REINO UNIDO18,1 B-6,6%
WHEATON PRECIOUS METALS24CANADÁ16,9 B-10,2%
COAL INDIA25INDIA15,4 B34,8%
SQM26CHILE15,3 B18,8%
VEDANTA27INDIA14,4 B77,3%
SHANDONG GOLD MINING28CHINA13,6 B-14,2%
MOSAIC29REINO UNIDO13,6 B55,6%
ALROSA30RUSSIA13,5 B36,5%
CHINA MOLYBDENUM31CHINA13,5 B-4,6%
NEWCREST MINING32AUSTRÁLIA13,3 B-17,7%
TECK RESOURCES33CANADÁ13,2 B36,6%
JIANGXI COPPER34CHINA13,1 B22,9%
FIRST QUANTUM MINERALS35CANADÁ12,8 B2,7%
AGNICO EAGLE36CANADÁ12,6 B-26,4%
SOUTH3237AUSTRÁLIA12,2 B32,7%
KIRKLAND LAKE GOLD38CANADÁ11,1 B-2,4%
KUMBA IRON ORE39ÁFRICA DO SUL10,7 B-19,9%
SUMITOMO METAL MINING40JAPÃO10,1 B-17,9%
CLEVELAND-CLIFFS41REINO UNIDO9,9 B70,3%
IMPALA PLATINUM42ÁFRICA DO SUL9,4 B-11,1%
KAZATOMPROM43CAZAQUISTÃO9,3 B118,7%
ICL GROUP44ISRAEL9,3 B44,8%
SIBANYE STILLWATER45ÁFRICA DO SUL8,9 B-26,9%
BOLIDEN46SUÉCIA8,8 B-9,8%
CAMECO47CANADÁ8,6 B61,9%
POLYMETAL INTERNATIONAL48RUSSIA8,1 B-25,9%
KGHM49POLÔNIA7,9 B-20,0%
FRESNILLO50MÉXICO7,8 B-31,6%

Como acontece com qualquer classificação, os critérios de inclusão são questões controversas. Decidimos excluir as empresas não cotadas e estatais no início devido à falta de informações. Isso, é claro, exclui gigantes como a Codelco do Chile, a Navoi Mining do Uzbequistão, que possui a maior mina de ouro do mundo, a Eurochem, uma grande empresa de potássio, a trader Trafigura com sede em Cingapura e uma série de entidades na China e países em desenvolvimento ao redor do mundo.

Outro critério central era a profundidade do envolvimento na indústria antes que uma empresa pudesse ser legitimamente chamada de empresa de mineração.

Por exemplo, as empresas de fundição ou comerciantes de commodities que possuem participações minoritárias em ativos de mineração devem ser incluídos, especialmente se esses investimentos não tiverem componente operacional ou justificarem um assento no conselho?

Essa é uma estrutura comum na Ásia e a exclusão desses tipos de empresas removeu nomes bem conhecidos como Marubeni e Mitsui do Japão, Zinco da Coreia e Copec do Chile.

Os níveis de envolvimento operacional ou estratégico e o tamanho da participação acionária foram outra consideração central. As empresas de streaming e royalties que recebem metais de operações de mineração sem participação acionária se qualificam ou são apenas veículos de financiamento especializados? Incluímos Franco Nevada, Royal Gold e Wheaton Precious Metals.

Preocupações verticalmente integradas como a Alcoa e empresas de energia como a Shenhua Energy, onde energia, portos e ferrovias representam uma grande parte das receitas, representam um problema, assim como empresas diversificadas como a Anglo American com subsidiárias de propriedade majoritária listadas separadamente. Incluímos a Angloplat no ranking, bem como o minério de ferro Kumba.

Muitas siderúrgicas possuem e costumam operar minério de ferro e outras minas de metal, mas no interesse do equilíbrio e da diversidade, excluímos a indústria do aço e, com isso, muitas empresas que têm ativos de mineração substanciais, incluindo gigantes como ArcelorMittal, Magnitogorsk, Ternium, Baosteel e muitos outros.

Sede refere-se à sede operacional sempre que aplicável, por exemplo, BHP e Rio Tinto são mostrados como Melbourne, Austrália, mas Antofagasta é a exceção que confirma a regra. Consideramos a sede da empresa em Londres, onde está listada desde o final do século XIX.

Momento da Vale

Segundo a Vale, embora não tenha alterado sua orientação de produção de 320-335 toneladas métricas para 2022, acredita que o mercado poderia começar a projetar volumes mais próximos do limite inferior da faixa. O Itaú disse que é normal no primeiro trimestre a produção ser mais fraca por causa das chuvas, a mineradora vem trabalhando para recuperar sua capacidade de produção em Minas Gerais, depois do rompimento da barragem de Brumadinho, há três anos. Conheça mais sobre A Maior Mineradora do Brasil.

O Itaú enviou nota aos seus clientes para justificar a paralisação parcial das operações na mineradora no Sul e no Sudeste, que equivalem aproximadamente a 30% de sua produção nos primeiros nove meses do ano passado. Segundo analistas do Itaú BBA, a produção de minério de ferro da Vale, uma das maiores mineradoras do mundo, poderá alcançar o limite inferior da meta que foi estipulada para 2022, de 320-335 milhões de toneladas, devido aos impactos das chuvas em Minas Gerais.

Segundo o banco, mesmo com a restrição da oferta, a produção poderá sustentar o preço global do minério de ferro. A paralisação aconteceu “visando garantir a segurança dos seus empregados e comunidades”, de acordo com a Vale. Mesmo com a paralisação, a meta do ano foi cumprida e “de acordo com os cálculos preliminares, uma parada de duas semanas nessas operações poderia ter um impacto de cerca de 3 milhões de toneladas para a Vale”, disseram os analistas.

Os preços spot do minério com 62% de teor de ferro destinados à China fecharam em US$ 127,5 dólares por tonelada, segundo a consultoria SteelHome, com uma queda de US$ 1 dólar, que está atrelada a preocupações relacionadas à nova variante do covid-19, a Ômicron. Segundo o Itaú, os preços do minério de ferro poderiam se sustentar nos atuais patamares elevados. O banco ainda alertou que as expectativas de preços mais altos também levam em conta a retomada de obras na China, medida de estímulo imposta pelo governo, que corresponde a 35% do consumo de aço no país.

Momento da BHP

A BHP revive o apetite por aquisições com maiores rivais na mira, ela já expandiu o time especializado nas transações sobre aquisições e está interessada em um acordo transformador, segundo pessoas familiarizadas com o assunto que pediram anonimato para discutir informações privadas. A BHP Group já foi a empresa mais agressiva em fusões e aquisições no setor de mineração, mas passou mais de uma década sem se mexer neste sentido. Agora, se prepara para uma volta em grande escala.

A empresa pretende expandir as atividades com metais necessários à transição para energia limpa e está se livrando de ativos de petróleo e gás. No momento, também investe bilhões de dólares em uma enorme mina de potássio no Canadá. Um plano para acabar com a listagem de ações em Londres — que, segundo a BHP, a tornará mais “ágil” – será submetido a votação pelos acionistas esta semana. Um acordo gigantesco seria a cereja do bolo após uma série de mudanças radicais na maior mineradora do mundo desde que Mike Henry assumiu a presidência no início de 2020. A companhia estuda rivais como Freeport-McMoRan e Glencore, afirmaram as fontes, enfatizando que não há indicação de que a BHP já prepara algum lance.

BHP desiste do petróleo, acumula potássio em revisão para o CEO Henry

A BHP é uma das maiores mineradoras de cobre do mundo e fornece níquel para a Tesla. No entanto, o minério de ferro continua sendo sua maior fonte de lucro. A empresa também é grande produtora de carvão para a indústria siderúrgica. A BHP vem estudando suas opções e rodando modelos para simular operações com rivais como a Glencore e a gigante de cobre Freeport, dos EUA. A divisão de metais de base da brasileira Vale também está no radar, segundo as pessoas entrevistadas.

As maiores mineradoras do planeta desistiram de grandes fusões e aquisições após diversas transações realizadas no auge do período de valorização das commodities darem espetacularmente errado. Desde então, o excedente de caixa é devolvido aos acionistas na forma de generosos dividendos e recompra de papéis. Mas com a aceleração da transição energética global, há um entendimento de que algumas transações serão essenciais para substituir ativos de combustíveis fósseis por minas de produtos necessários à descarbonização, como cobre e níquel.

O trabalho ainda está em estágio inicial e tem foco interno, sem o envolvimento de consultores externos, disseram as fontes. Um porta-voz da BHP declarou que a empresa não comenta boatos e especulações do mercado. Porém, executivos da BHP e da rival Rio Tinto Group admitem que deixaram passar oportunidades quando as ações de concorrentes de menor porte desabaram no ano passado.

O valor de mercado da BHP gira em torno de US$ 168 bilhões e suas ações estão perto do recorde. A BHP entende que precisa estar pronta para agir se suas concorrentes ficarem mais baratas. O valor de mercado atual da Freeport é de US$ 65 bilhões, enquanto a Glencore é avaliada em US$ 73 bilhões. As ações das duas são negociadas perto das maiores cotações em anos após a disparada dos preços das commodities.

A JW Engenharia é um fornecedor industrial que atende todo o Brasil, levando produtos de alta tecnologia e soluções técnicas que possam reduzir custos e aumentar a disponibilidade operacional das plantas.

Entre imediatamente em contato com a JW Engenharia pelo WhatsApp ou pelos telefones (31) 3242-1212 | (31) 99189-1052 ou e-mail vendas@jweng.com.br.

Fale conosco no Whatsapp