Conheça todos os tipos de Correia Transportadora

Tipos de Correia Transportadora

Originalmente desenvolvida em 1917 as correias têm um papel fundamental nas indústrias. De fato, as mangueiras são funcionais pois mantêm a força de transmissão entre duas polias e um motor.

Inicialmente as correias eram fabricadas com cordões de fibra de algodão. Esses primeiros modelos de correias eram embutidos de matrizes de borracha comum e com todos os avanços da tecnologia foram mudando e melhorando.

tipos de Correia Transportadora

Tipos de Correia Transportadora

Por conta da sua tamanha importância, as correias transportadoras podem ser comparadas aos meios de transportes em algumas aplicações. A JW Engenharia explica de maneira simples e fácil quais os tipos de correia transportadora e como elas funcionam, confira.

Correias Transportadoras lisas

Esse modelo de correias transportadoras são as que possuem as superfícies dos revestimentos lisos. Ou seja, é um dos modelos que opera em modo plano, ondulado, em formato de U ou tubular.

As correias que operam nos modos planos ou ondulados, normalmente, não excedem inclinações de 20º. Em casos onde as correias são em formatos de U e as correias tubulares, não excedem um ângulo de 35º.

Correias com nervuras, travessas ou bordos de contenção

Esses são modelos de correias que contém travessas, nervuras ou bordos de contenção, de modo que são usadas para facilitar o transporte de materiais nas esteiras. Esse é um dos tipos de correias mais comuns e mais usadas no mercado, pois são excelentes para evitar o retorno ou, até mesmo, a perda de materiais, além de aumentar a capacidade de carga.

Esse modelo de correia pode operar com ângulos de inclinação compreendidos entre 35º e 45º. Ou seja, feitas para um serviço mais pesado com uma elevação superior a correias lisas, se tornando de grande utilidade nas esteiras em fábricas, por exemplo.

Correias em sanduíches

Esse é um modelo de correia transportadora onde elas operam paralelamente, sendo o material a transportar conduzindo entre elas. Esse é um modelo de correia que opera em um ângulo de elevação entre 65º e 95º.

Esse é um modelo bem específico de correias elevadoras, por sua particularidade no processo de uso.

Correias elevadoras

Dentre os modelos de correias elevadoras, o modelo mais utilizado é os alcatruzes. Elas são correias que operam quase que verticalmente, normalmente com ângulos de inclinação superiores a 85º

Correias deslizantes

Em diversas operações de transporte, é de toda vantagem que seja reduzido o atrito entre a correia transportadora e o elemento de suporte. Neste modelo de correia transportadora, não existe qualquer revestimento de borracha na contra-fase e a correia apresenta tela à vista.

De fato, esse é um modelo de correia específico que pode ser usado em diversos tipos de equipamentos, principalmente industriais.

Reducao queda material transportador de correia

Tipo de aplicação e carcaça da Correia Transportadora

De fato, a descrição atrás é efetuada e elucidativa, ou seja, indiferente do tipo de correia que a empresa compre, o manual é bem claro. Atualmente as correias são produzidas para satisfazer as mais variadas exigências.

Essas exigências podem envolver as condições de serviço, desde as temperaturas de serviço, materiais que entram em contato (podendo ser produtos alimentares), isoladoras ou condutores de eletricidade e inflamabilidade.

Existem também as correias transportadoras de uso geral, que não apresentam requisitos especiais, tornando-se equipamentos de uso livre.

A seleção do tipo de carcaça da correia transportadora depende da classe e da resistência pretendida. Mas nos casos em que se sobrepõem a diversas possibilidades, pode ser indiferente a seleção de uma carcaça têxtil, por exemplo.

Hoje em dia, existem os modelos de carcaça em têxtil EP, EE, PP, EPP, DPP ou aço. Sobretudo, essas carcaças são compreendidas entre 630 N/mm e 3500. Para, além do custo, podem ser determinadas condições diferentes de operação.

Além da operação, existem outras variações como os produtos transportados, a tensão de serviço utilizada, o regime de trabalho, as condições ambientais, os cuidados de manutenção, entre outros.

Esses são fatores necessários que devem ser considerados na hora de adquirir tipos de Correia Transportadora, para que se encaixe perfeitamente ao equipamento. Isso garante a vida útil das correias e o desempenho em suas funções.

As correias transportadoras são fundamentais para que o mercado industrial gire em rumo ao sucesso. Nada melhor que uma empresa que entende de correias como a JW Engenharia para sanar todas as suas dúvidas.

Clique aqui e veja mais conteúdos relacionados a esse mercado, para estar por dentro de tudo que acontece no mundo da engenharia.

jw engenharia whatsapp
Fale conosco no Whatsapp