Cálculo de Potência devido a Instalação de Raspadores

artigojw

artigojw

Este artigo foi desenvolvido por Caio Bertholdi

Este artigo tem por objetivo demonstrar o cálculo de incremento de potência nos motores de transportadores de correia devido a pressão aplicada nas lâminas dos raspadores.

A pressão das lâminas contra a correia é fundamental e deve ser aplicada de maneira constante. Diversos testes realizados confirmam que a limpeza obtida se relaciona diretamente com a pressão aplicada.

Além disso, o excesso de pressão nos raspadores pode, além de prejudicar a limpeza e danificar as lâminas e correia, demandar um incremento de potência nos motores não previsto. Em alguns casos, principalmente em correias curtas, adicionar raspadores além da quantidade prevista no projeto pode dificultar a partida da mesma. Para isso, torna-se necessário saber o quanto de potência os raspadores instalados irão consumir do motor.

A potência consumida pelo raspador é dada pela fórmula abaixo:

Cálculo de Potência devido a Instalação de Raspadores

Onde:

N: Potência a ser consumida pela instalação do raspador (W)

P: Pressão aplicada nas lâminas (MPa)

A: Área da lâmina em contato com a correia (mm2)

V: Velocidade da Correia (m/s)

n: Rendimento do conjunto de acionamento

c: Fator de Atrito entre lâmina e correia

A pressão nas lâminas é um valor que deve ser fornecido pelo fabricante, sendo que cada modelo atua com valores de pressão diferente. No livro Foundation, a Martin diz que a pressão em raspadores primários é algo entre 0,013 a 0,02 MPa e em raspadores secundários entre 0,076 e 0,097 MPa. Por outro lado, outros fabricantes utilizam diferentes valores de pressão como 0,035 MPa. O ideal é consultar o fabricante para saber a faixa de valores recomendada por ele.

Para o fator de atrito entre a lâmina e a correia, a CEMA considera um valor padrão de 1,0. Porém, caso o coeficiente de atrito mais exato seja conhecido através de testes em laboratórios realizados pelo fabricante, outro valor pode ser utilizado. No geral o valor de 1,0 acaba sendo mais conservador.

A CEMA traz um valor padrão a ser usado de 0,9 N/mm de largura da lâmina em contato com a correia, tanto para primários quanto para secundários. Entretanto ela mesmo ressalva que tal valor pode não ser suficiente. No exemplo abaixo será determinada a potência considerando um valor de tensão do raspador 1,1 N/mm, que é um valor usual de se adotar por projetistas de trasnportadores.

Cálculo de Potência devido a Instalação de Raspadores

Onde:

N: Potência a ser consumida pela instalação do raspador (W)

T: Tensão devido ao raspador (1,1 N/mm)

L: Comprimento da Lâmina em contato com a correia (1800 mm)

V: Velocidade da Correia (4,5 m/s)

n: Rendimento do conjunto de acionamento (90%)

Vale ressaltar que o cálculo acima é relativo a instalação de apenas um raspador. Em uma montagem convencional de um sistema de limpeza onde se utiliza 1 raspador primário e 2 secundários, o consumo de potência nesse exemplo seria de quase 30 KW.

Portanto, conclui-se que o consumo de potência devido a instalação de raspadores, seja primário ou secundário, é significativo e deve ser considerado nas análises e nos cálculos. O mesmo vale para os limpadores diagonais ou em “V”, entretanto a pressão dos limpadores é bem inferior se comparada aos raspadores (0,4 N/mm segundo a CEMA).

jw engenharia botao contato pelo whatsapp

Você também pode gostar de:

Fale conosco no Whatsapp